Em Luta por uma Psicologia Acessível a Novos Profissionais

 


 

É UMA LUTA POR TODES AQUELES QUE NAO PODEM CUSTEAR (SOBRETUDO PESSOAS TRANSGENERAS E TRAVESTIS, PRETAS, INDIGENAS E PERIFERICAS) , MESMO QUE PARCELANDO E OU NAO TENHAM A GARANTIA DE MANTER O CRP ATIVO NO ANO SEGUINTE (ANUIDADE).


 

Peço humildemente que revejam...que revejam essa psicologia que tem sido construída e que tem sido propagada a anos. Façam uma psicologia acessível a pacientes e profissionais que não  podem custear. Compreendo que não trabalhem com isenção, mas isso não impedem de passar a adotar a prática pra tornar a psicologia mais plural, diversa e singular como ela propõe quando diz estar disposta a cuidar do mundo a qual ela habita e compartilha-se.

 

CRITICA A PSICOLOGIA COLONO-ELETISTA

 

Venho por meio desta, fazer crítica a psicologia que tem sido regada e florida pela  colonialidade, eleticidade, cisheteronormatividade, racionalidade etc...

 

Uma psicologia  que torna inacessível a entrada de futuros psicologia à psicologia- a menos que esse futuro psi pertença a elite burguesa-colonial, cisgenera, racialmente clara e que podem pagar etc.

 

Acredito que esteja na hora de rever essa psicologia que está sempre aberta a quem pode pagar... como se a psicologia des(conhecesse) o grande abismo que há na situação financeira de muitos brasileiros- sobretudo de pessoas transgêneros, negros, indígenas e periféricos de racialidades escuras.

 

sou uma mulher trans indígena, desempregada a mais de dois anos depois que me assumi. Minha única esperança de fazer renda para tentar sobreviver era atuando na psicologia. No entanto parece que me enganei, quem nunca entrou em um lugar por engano não é?

 

Pois bem.. se a psicologia não me torna acessível a entrada nela, compreendo que é porque lá não há espaço para mim.

 

Sei que não pertenço a elite, a cisgeneridade, a racialidades clara, a burguesia... mas  acredito que psicologia é mais além dos escombros mortiferos a qual ela foi erguida- sua base de sustento por décadas inclusive na atualidade, apesar de ser um paradoxo por  promover o cuidado .

 

A contemporaneidade é um novo tempo, que está sempre em movimento  e grita urgentemente por uma psicologia mais acessível- a todos aqueles que não podem custear no primeiro momento e a vê como única esperança de sobrevivência- decolonialista, anti-eletista, anti-racista, anti-transfobica, anti-LGBQIA+, anti-manicomial entre outros.

by is a be lla><all Vic.

Isabella Victoria dos Santos e Silva (autônoma Ativista transgênera)    Contactar o autor da petição

Assine esta Petição

Ao assinar, autorizo que Isabella Victoria dos Santos e Silva (autônoma Ativista transgênera) entregue a informação que estou a fornecer neste formulário a quem tem poder nesta questão.


OU

Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua assinatura. Para se assegurar de que recebe os nossos emails, por favor, adicione o info@peticao.online à sua lista de contactos ou à lista de remetentes seguros.

Tenha em atenção que não pode confirmar a sua assinatura respondendo a esta mensagem.




Publicidade Paga

Anunciaremos esta petição a 3000 pessoas.

Saber mais...