Moção de Censura: Destruição de Larung Gar pela China

A China pretende dar continuidade ao plano, iniciado em 2016, de demolição e redução do número de residentes no Instituto Budista Larung Gar, situado no condado de Serthar, província de Sichuan.


As consequências de tal plano têm sido devastadoras e intoleráveis. 4.600 residentes foram forçados a deixar Larung Gar, desde 20 de Julho de 2016, e obrigados a assinar compromissos em como não regressarão. Outros viram as suas casas ser seladas ou destruídas. Monges e monjas foram forçados a regressar às suas regiões nativas e aí impedidos de entrar para novos mosteiros. Alguns foram submetidos a humilhantes sessões de reeducação patriótica, nas quais são obrigados a cantar canções de propaganda Chinesa e denunciar a sua própria cultura e religião Tibetanas.
A tristeza tem sido sentida em todo o Tibete, e no seio de Larung Gar já se suicidaram três monjas em protesto contra as demolições. ilwInYNxyskGnUX-1600x900-noPad.jpg


Mas, podemos impedir tal. Em Dezembro, o Parlamento Europeu emitiu uma resolução, instando a China a parar com as demolições e expulsões forçadas e a respeitar as liberdades religiosas dos Tibetanos. Brevemente, os representantes da UE vão reunir-se com os seus homólogos Chineses para o seu diálogo bianual sobre Direitos Humanos.


Apelamos ao Parlamento Português para que, através de moção,  exorte Pequim a parar as demolições, expulsões e ataques à liberdade de religião dos Tibetanos. 

E Contamos Convosco para Salvar Larung Gar!


Grupo de Apoio ao Tibete    Contactar o autor da petição

Assine esta Petição

Ao assinar, eu autorizo Grupo de Apoio ao Tibete a entregar a minha assinatura àqueles que têm poder nesta matéria.


OU

Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua assinatura. Para se assegurar de que recebe os nossos emails, por favor, adicione o info@peticao.online à sua lista de contactos ou à lista de remetentes seguros.

Publicidade Paga

Anunciaremos esta petição a 3000 pessoas.

Facebook