Não a tortura de ursos para extração de bile (ursa suicidou-se)

Ursa acaba com o sofrimento do filho e depois suicida-se!

A mídia chinesa confirmou um caso extraordinário de uma mãe ursa que salvou seu filhote de uma vida de tortura e depois se suicidou, se livrando também do sofrimento.

Os ursos eram mantidos em uma fazenda localizada em uma área remota no noroeste da China, e tinham suas vesículas biliares ordenhadas diariamente para a produção de “bile de urso”, uma substância usada como remédio pela Medicina Tradicional Chinesa (MTC).

Foi relatado que os ursos usados para a produção do tal remédio chinês são mantidos em gaiolas minúsculas conhecidas como “gaiolas esmagadoras” – os ursos não têm espaço para se mexer, e são literalmente esmagados. A bile é colhida fazendo buracos permanentes no abdômen e na vesícula biliar dos ursos. Como os orifícios nunca são fechados, os animais são sujeitos a várias infecções e doenças, incluindo tumores, câncer, e morte por peritonite. Os ursos são equipados com um colete de ferro, já que muitas vezes tentam se matar batendo o estômago contra o chão, em uma luta contra a dor constante e insuportável.

Testemunhas confirmaram o caso de uma mãe ursa que estourou a sua gaiola quando ouviu os gritos de dor de um de seus filhotes durante o procedimento de perfuração do animal. Trabalhadores fugiram quando viram a mãe ursa correndo livremente em direção ao seu filhote. Incapaz de libertar o seu filhote das correntes, a mãe abraçou o filhote e, eventualmente, acabou por estrangulá-lo. Em seguida à morte do filhote, a mãe ursa correu de cabeça contra uma parede, tirando a sua própria vida.

Agosto, 2011
Mother bear kills cub and then itself
http://www.asiaone.com/News/Latest+News/Asia/Story/A1Story20110805-292947.html

http://www.animalurbano.org/noticias.php?id=72

Assine esta Petição

Ao assinar, eu autorizo Bruna a entregar a minha assinatura àqueles que têm poder nesta matéria.


OU

Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua assinatura. Para se assegurar de que recebe os nossos emails, por favor, adicione o info@peticao.online à sua lista de contactos ou à lista de remetentes seguros.

Publicidade Paga

Anunciaremos esta petição a 3000 pessoas.

Facebook