CAMPANHA MUNICIPAL PARA AMPLIAÇÃO DO SISTEMA DE SANEAMENTO BÁSICO E DRENAGEM COM O INTUITO DE DIMINUIR AS ENCHENTES NO MUNICÍPIO.

Ao excelentíssimo prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando; secretario de Obras e Planejamento Estratégico, Luciano Eber Nunes Pereira; juntamente com os secretários de Saúde DR.Geraldo Reple Sobrinho e o secretario do Meio Ambiente e Proteção Animal, José Carlos Gobbis Pagliuca.

CAMPANHA MUNICIPAL PARA AMPLIAÇÃO DO SISTEMA DE SANEAMENTO BÁSICO E DRENAGEM COM O INTUITO DE DIMINUIR AS ENCHENTES NO MUNICÍPIO.


Essa petição voltada no desenvolvimento de saneamento básico no município de São Bernardo do Campo se assegura no Artigo 5- XXXIV da constituição Brasileira, pois á direito de petição aos Poderes Publicos em defesa dos direitos. Neste caso o direito se encontra no artigo 21- XX da constituição Brasileira que diz respeito ao desenvolvimento a habitação, “Saneamento Básico” (Que é o foco desta petição) e transporte publico.

OBJETIVO

O principal objetivo desta petição é combater as enchentes históricas que ocorrem no centro da cidade de São Bernardo do Campo como as que ocorrerão no anos de 2019 e de 2020 aonde se atingiu o volume de chuva de 177 mm, Pois sabemos que as enchentes é um grande fator que favorece o desenvolvimentos de vários vetores de doenças como a Febre Amarela, Dengue, Chikungunya, Zika vírus entre muitas outras. Essas principais doenças são causadas pelo o mesmo vetor que é o mosquito Aedes aegypti, que se prolifera com água parada. Com as enchentes a uma enorme quantidade de lixo que se apresenta em contato com essa água da chuva, fazendo assim criadouros desse vetor tendo a probabilidade de aumento nos números de casos.
Em especial queremos por meio dessa petição combater/evitar casos da Febre Amarela que por sua vez é uma doença de notificação compulsória, por meio da diminuição das enchentes que é um dois principais contribuintes para o desenvolvedor do vetor da doença, não só dessa doença em especifico , pois São Bernardo do Campo uma grande área de mata nativas da Mata Atlântica que por sua vez possui uma riquíssima variedades de animais e plantas.

 

Fatos- Enchente de 2019

20202811223.jpg
No dia 10 de Março de 2019 ocorreu uma enorme enchente na cidade de São Bernardo do Campo, prejudicando e causando muitos prejuízos para quem era/é morador, comerciantes ou para quem somente estava de passagem no centro da cidade no momento da enchente. Onde ouve um volume de 177 mm de chuva, onde era esperado 7 mm de chuva, segundos dados de Defesa Civil, somente na região central da cidade foram registrado 109 mm de chuva, todo esse volume de chuva e pelos estragos causados pela chuva foi registrado em um período de 18 horas. Muitas pessoas perderam moveis, roupas, pertence pessoais nessa enchente como foi o caso dona de casa que mora na região e que relatou o ocorrido ao jornal “Folha de São Paulo”... “Há 30 anos vivo aqui e a primeira enchente que peguei foi em 1991. Perdi tudo”, relembra. “Faz uns oito anos que não enchia desse jeito. Enchia a rua, mas não entrava no prédio. Desta vez, perdi minha cama, roupas, gavetas, brinquedos e estou conferindo o que dá pra recuperar”. Após a água ter baixado os comerciantes de moveis da rua Jurubatuba (Centro da cidade) se reuniram para organizar uma manifestação, eles protestaram contra as enchentes e cobrando medidas da prefeitura, que causam enormes prejuízos para os comerciantes da região central.

 

 

Enchentes de 2020


No ano de 2020, São Bernardo do Campo, mais especificamente na região central, é novamente acometida por novas enchentes, desta vez mais graves do que o ano anterior, sendo até registrado óbitos segundo corpo de bombeiros. Durante todas as enchentes que aconteceram na cidade é possível verificar uma enorme concentração de lixo durante as enchentes e depois que as enchentes acontecem, isso é um grande proliferador de doenças como a febre amarela.
As enchentes aconteceram pouco mais de seis meses depois, que o piscinão do paço municipal de São Bernardo do campo ter sido inaugurado. Somente o piscinão não deu conta do volume de chuva que caiu na região central da cidade, a chuva durou apenas 30 minutos, mas tempo o suficiente para cair cerca de 50 mm de chuva, causando enormes prejuízos e grandes estragos. Podemos observar a frustração dos comerciantes quando o problema não é solucionado comente com o piscinão, como destaca um comerciante do local que deu seu depoimento ao jornal Diário do Grande ABC: “Não sei o motivo da entrega do piscinão, se não auxilia as outras regiões (além do Paço Municipal). Aqui (Marechal Deodoro) não tem vazão de água. Nem choveu muito e a água invadiu as lojas”. Pessoas que estavam passando no local (Marechal Deodoro) na hora da enchente firam ilhadas preocupadas com sua segurança e com o prejuízo, é o que conta uma frentista que estava de passagem com suas filhas dentro do carro no momento da enchente: “Fiquei abrigada em uma loja com minhas filhas. A água subiu até a roda do carro e tive de esperar pelo guincho para conseguir ir embora”.
Existe um estudo realizado neste ano de 2021 pela instituição Trata Brasil que mostra que São Bernardo do Campo se encontra na posição 55ª em um ranking de saneamento básico das 100 maiores cidades do Brasil. É possível comparar este estudo de 2021 com o estudo realizado em 2015 aonde a cidade de São Bernardo do Campo se encontrava na posição 38ª do ranking, na comparação destes dois estudos observamos que a cidade de São Bernardo do Campo perdeu 17 posições do ranking em apenas 6 anos. Estes estudos mostram que a qualidade do saneamento básico da cidade tem decide já faz certo tempo, se nada for feito para frear esse declínio daqui mais 6 anos a cidade de São Bernardo do Campo chegara a posição 72ª.


1- Ranking de Saneamento Básico de 2015

WhatsApp_Image_2021-05-23_at_19.57_.05_.jpeg


  • 2- Ranking de Saneamento Básico de 2021
  • WhatsApp_Image_2021-05-23_at_19.59_.40_1.jpeg
    Cobrança de Meditas
    É necessário que acha mudanças, medidas deve ser tomadas para controlar e contornar toda situação que São Bernardo enfrenta com as enchentes em temporadas de chuva, é de extrema importância que acha medidas de melhorias na área de saneamento básico, pois se trata um setor que impacta muito mias a qualidade de vida das pessoas, mas também outros setores que complementa a questão da qualidade de vida da população, setores tais como, Economia, saúde entre muitos outro. Com as enchentes vem muitos prejuízos e gastos para limar, arrumar o que a enchente destruiu ou sujou, como muitas vezes já citado nesta petição, com isso os investidores deixam de trazerem seus negócios para a cidade, deixam de empreender seus negócios na cidade, pois não há uma garantia que de uma hora para outra ele não perca o seu negócio para as enchentes.
    As enchentes impacta diretamente na saúde, pois muitas dessas águas vem de rios que recebe todo o esgoto da cidade, com isso carregando inúmeras doenças com sigo, além de favorecerem o ambiente para criação de vetores que transmitem doenças extremamente perigosas como a febre amarela, que é uma arbovirose transmitida pelo o mosquito Aedes aegypti que tem a capacidade de se reproduzir em água limpa ou suja parada, basta poucos ml para ter um criadouro deste vetor. São Bernardo do Campo por sua vez se localiza em uma grande área que abriga uma riquíssima parte da floresta da mata atlântica, sendo assim mais propenso da disseminação desta doença que por sua vez tem seu lado silvestre (Febre amarela Silvestre), com as enchentes que carregam diversos lixos em suas águas a chances de ter surtos de febre amarela urbana.
    É necessário também medidas paliativas contra as enchentes, como limpeza de canaletas e bueiros, uma coleta de lixo rígida que evite o acumulo de lixo nas ruas, além de campanhas de conscientização para que a população entenda que é necessário descarta entulho lixo da forma mais adequada o possível, muitas vezes não são necessário grandes esforços para tentar aliviar um mau, porém é necessário sim grandes obras de saneamento básico para que possa conter esse lamentável históricos de enchentes que São Bernardo tem e que para a cidade não vá parar no ralo.

Grupo Desamarelando da Universidade São Judas Tadeu- Pamela Gramático, Sophia Volpe, Pedro Martin, Bruna Novais, Nayane Oliveira, Giullia Gomes Bandeira e Rodrigo dos Reis Santos    Contactar o autor da petição

Assine esta Petição

Ao assinar, autorizo que Grupo Desamarelando da Universidade São Judas Tadeu- Pamela Gramático, Sophia Volpe, Pedro Martin, Bruna Novais, Nayane Oliveira, Giullia Gomes Bandeira e Rodrigo dos Reis Santos entregue a informação que estou a fornecer neste formulário a quem tem poder nesta questão.


OU

Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua assinatura. Para se assegurar de que recebe os nossos emails, por favor, adicione o info@peticao.online à sua lista de contactos ou à lista de remetentes seguros.

Tenha em atenção que não pode confirmar a sua assinatura respondendo a esta mensagem.




Publicidade Paga

Anunciaremos esta petição a 3000 pessoas.

Saber mais...