ANA RAQUEL DE MELO MANEI ALEPA PROTOCOLO W-13068833

ANA_RAQUEL_DE_MELO_MANEI.jpg 

ANA RAQUEL DE MELO MANEI, PROTOCOLO W-13068833

Destinatário: Câmara Municipal de Belém do Pará ; Asselmbléia Legislativa do Pará

QUEREMOS QUE ANA RAQUEL DE MELO MANEI SE TORNE A MADRINHA, MÃE DAS VÍTIMAS DE TORTURA PSICOTRÔNICA OU CIBERNÉTICA NO ESTADO DO PARÁ.

DOCUMENTO HISTÓRICO: https://i.postimg.cc/nr3gwh99/ANARAQUELDEMELOMANEI.jpg PROTOCOLO CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM 14 DE AGOSTO 2017 ( https://www.cmb.pa.gov.br/ ).

ANARAQUELDEMELOMANEI.jpg



ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO PARA, PROTOCOLO W-13068833
( https://i.postimg.cc/xdgC5KT0/ALEPA-PROTOCOLO-W-13068833.png )

ALEPA-PROTOCOLO-W-13068833.png




Eu, Tonimar Pontes Oliveira Vaz, RG. nº 14080427/SSP-MG, Presidente da Associação Brasileira das Vítimas de Armas Cibernéticas no bairro onde moro, em consonância com o Estatuto da Associação de vítmas, Art. 22, parágrafo terceiro: " III – zelar para que o histórico das pessoas que faleceram como resultado de violação de PRIVACIDADE, implantes ilegais, microchips ou armas psicotrônicas, laser, maser, ultrassom, infrassom ou de radiofrequencia continue a repercutir no PODER JUDICIÁRIO, visando indenização à família das vítimas. venho por meio deste documento relembrar à capital Belém do Pará, e ao Estado do Pará, que Ana Raquel de Melo Manei
( protocolo câmara municipal de belém: https://2.bp.blogspot.com/--2NNJ9SVqVc/XB1aB-NAhuI/AAAAAAAAAgw/qtkfe0OdZdAxOll8pWNCLhW3BWO2WzVvQCLcBGAs/s1600/ANARAQUELDEMELOMANEI.jpg )
faleceu sob intensa tortura desde a data de 14 DE AGOSTO DE 2017 quando ela protocolou na CÃMARA MUNICIPAL DE BELÉM ( Endereço: Travessa Curuzú, 1755 - Marco, Belém - PA, 66093-540 ),documento no qual ela solicita uma AUDIẼNCIA COLETIVA PARA AS VÍTIMAS DO DESASTRE TECNOLÓGICO EM MARCHA; transcorridos quatro anos, hoje na data de falecimento desse ser humano que dedicou sua vida a LUTA PELOS DIREITOS HUMANOS, reafirmamos que o protocolo aberto pela Mãe das Vítimas de Armas Cibernéticas no Estado do Para, Ana Raquel de Melo Manei, que em toda a data de aniversário dessa Heroica Mulher Paraense, seja realizada uma EULOGIA que englobe todas as vítimas de Armas Psicotrònicas ou Cibernéticas, que tenham vindo a falecer devido a esse desastre tecnológico que são as COPIADORAS MASER, pelo ROUBO DO PATRIMÔNIO IMATERIAL CIBERNÉTICO perpetrado por POTÊNCIAS INIMIGAS DO BRASIL, que apenas no Estado do Pará tem causado um prejuízo anual contínuo de 30 bilhões de reais ao Estado do Pará, um desastre que se não for travado a tempo, poderá levar a ecomia do Brasila ao total colapso e a perda de mais vidas, e porque a vda não tem preço.ANA RAQUEL E MELO MANEI PROTOCOLOU,14 DE AGOSTO DE 2017 um pedido de AUDIÊCIA PÚBLICA ONDE PUDESSE EXPOR À DEFESA CIVIL , os quinze items que devem ser observados, os quais constam no Arigo Primeiro, paragrafo dois do Estatuto da Associação: parágrafo 2: Caráter socioambiental emergencial, os fins da associação, é o projeto de defesa civil proposto pela associação para a Defesa Civil Oficial do Município e que consiste de 15 itens, quais sejam:I – reduzir os riscos de desastres por ARMAS ESPACIAIS, V2K, TELEPATIA SINTÉTICA e ARMAS DE DE ENERGIA DIRETA, LASER DE MICROONDAS, LASER DE INFRAVERMELHO, A ARMA LETAL LASER DE RAIO-X, TAMBÉM CHAMADO DE X-RAY MASER, utilizado pelos satélites espiões para assassinar pessoas secretamente por intermédio de câncer;II – prestar socorro e assistência às populações que se declararem atingidas por ataques por ARMAS ESPACIAIS;III – recuperar as áreas afetadas por desastres causados pela IMPLANTAÇÃO FURTIVA DE MICROCHIPS na população, resultado de laboratórios estrangeiras estarem contratando espiões médicos e dentistas que estão instalando microchips de alta tecnologia para desenvolvimento de tecnologias espaciais que o Brasil ainda não têm, utilizando os BRASILEIROS como cobaias;IV – incorporar as TECNOLÓGICAS ESPACIAIS que o BRASIL AINDA NÃO tem, mas que já foram patenteadas pelas nações mais avançadas tecnologicamente, na redução do risco de desastre e as ações de proteção e defesa civil entre os elementos da gestão territorial e do planejamento das políticas setoriais, que visem FORTALECER O BRASIL NESTE MOMENTO EM QUE NAÇÕES PRETENSAMENTE MAIS DESENVOLVIDAS JÁ ESTÃO A ATACAR O BRASIL COM ARMAS ESPACIAIS;V – promover a continuidade das ações de proteção e defesa civil: quais sejam, a segurança global da população, em circunstâncias não apenas dos desastres naturais, porque também inclui os desastres tecnológicos, razão pela qual nós, a ASSOCIAÇÃO BRASILDOFUTURO, estaremos cobrando do poder público a solicitação de que, entre os desastres previsíveis, estejam INCLUÍDOS aqueles causados pelas ARMAS DE ENERGIA DIRIGIDA, DE SATÉLITE OU CIBERNÉTICAS MASER.VI – estimular o desenvolvimento de cidades resilientes aos ATAQUES POR SATÉLITES ESPIÕES E ARMAS ESPACIAIS e os processos sustentáveis de urbanização;VII – promover a identificação e avaliação das ameaças, suscetibilidades e vulnerabilidades a desastres nos casos em que as vítimas declarem ser alvo de ALTA TECNOLOGIA ESPACIAL QUE O BRASIL NÃO POSSUI, mas que já estão sendo usadas contra o BRASIL por nações estrangeiras ou firmas privadas INIMIGAS DO BRASIL, de modo a evitar ou reduzir sua ocorrência;VIII – monitorar os eventos meteorológicos, hidrológicos, geológicos, biológicos, nucleares, químicos e outros que sejam o RESULTADO DA AÇÃO DE ARMAS ESPACIAIS contra a POPULAÇÃO CIVIL;IX – produzir alertas antecipados sobre a possibilidade de ocorrência de desastres naturais que sejam o resultado de alteração climática por ARMA ESPACIAL;X – verificar em que medida o ordenamento da ocupação do solo urbano e rural está tendo a sua conservação prejudicada por radiações eletromagnéticas, verificar em que medida a vegetação nativa, os recursos hídricos e da vida humana estão sendo afetados pelas ARMAS ESPACIAIS;XI – Listar e Monitorar todas as empresas TRILIONÁRIAS cibernéticas que estão implantando ou desenvolvendo os microchips RFID’s nos REBANHOS DE ANIMAIS PARA O ABATE e ESTUDAR E DECIFRAR seus sofisticados sistemas de satélites, radares e INTERFERÔMETROS com a finalidade de evitar que, no final, os seres humanos também não terminem no açougue por malversação destas tecnologias ou sua adaptação por terceiros para o controle remoto das funções fisiológicas e neurológicas humanas para o TRÁFICO DE SERES HUMANOS.XII – estimular iniciativas que resultem na construção de moradias com locais seguros, onde os moradores possam se proteger em caso de ataque por ARMA ESPACIAL;XIII – desenvolver consciência nacional acerca dos riscos de desastre que podem advir da DEFASAGEM TECNOLÓGICA BRASILEIRA;XIV – orientar as comunidades a adotar comportamentos adequados de prevenção e de resposta em situação de desastre por TELEPATIA SINTÉTICA, V2K ou GANG-STALKING (assédio tecnológico coletivo) e promover a autoproteção; eXV – integrar a ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS VÍTIMAS DE ARMAS CIBERNÉTICAS, BRASILDOFUTURO, nosso BANCO DE DADOS e informações em sistema capaz de subsidiar os órgãos do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil na previsão e no controle dos efeitos negativos de eventos adversos sobre a população, os bens e serviços e o meio ambiente, quando a causa for o resultado de POLUIÇÃO ELETROMAGNÉTICA, ou ATAQUES POR ENERGIA ESCALAR, ELETROMAGNÉTICA, ULTRASSOM, INFRASSOM, OU QUAISQUER OUTROS TIPOS DE ARMA DE DESTRUIÇÃO EM MASSA, tais quais o LASER e o MASER, ou ORGANISMOS BIOLÓGICOS criados para INFECTAR OS SERES HUMANOS com ALGORÍTMOS DE INFECÇÃO BIOELETRÔNICA.. Ana Raquel de Melo Manei lutou com coragem e determinação contra a TORTURA PSICOTRÔNICA E CIBERNÉTICA insuportáveis na esperança que em futuro próximo os seres humanos não tenha que passar por todo o sofrimento que ela passou, sofrimento que poderá ser evitado no futuro caso a DEFESA CIVIL OFICIAL venha a reconheçer o trabalho de Ana Raquel de Melo Manei em pro de Belém do Pará, Estado do Pará, Brasil, e o Planeta Terra, ja que as NAÇÕES UNIDAS, em sua QUADRAGÉSSIMA TERCEIRA SESSÃO reconheceu o esforço de ANA RAQUEL DE MELO MANEI, a qual, desde o ano de 2017, já vinha lutando em pro das NAÇÕES UNIDAS, que o DESASTRE DAS ARMAS CIBERNÉTICAS ou PSICOTRÔNICAS fosse reconhecido, declarado pelo Professor Nils Melzer ( sr-torture@ohchr.org) , na quadragésima terceira sessão do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, ONU, dia 24 de fevereiro a 20 de março de 2020, item 3 da agenda, Promoção e proteção de todos os seres humanos, civis, políticos, econômicos, sociais e culturais, incluindo o direito ao desenvolvimento ). Concluo esse protocolo solicitando que as vítimas de tortura psicotônica, gangstalking, v2k, telepatia sintetica, entrem em contato com o Consultor em Defesa Civil da Associação de Vítimas, através do email aannttoniopereira@ g mail.com ( Wellington Antonio Doninelli Periera, RG: 4040151864 SSP/RS ). O nosso trabalho em Defesa Civil estará gerando uma petição, onde dezenas de Brasileiros que estão na mesma situação de Ana Raquel de Melo Manei, ofertarão o protocolo gerado hoje e mais assinaturas, a fim de que o trabalho iniciado por Ana seja oficialmente reconhecido.


Câmara dos Vereadores de Belém ; Assembléia Legislativa de Belém do Paŕa    Contactar o autor da petição

Assine esta Petição

Ao assinar, autorizo que Câmara dos Vereadores de Belém ; Assembléia Legislativa de Belém do Paŕa entregue a informação que estou a fornecer neste formulário a quem tem poder nesta questão.


OU

Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua assinatura. Para se assegurar de que recebe os nossos emails, por favor, adicione o info@peticao.online à sua lista de contactos ou à lista de remetentes seguros.

Tenha em atenção que não pode confirmar a sua assinatura respondendo a esta mensagem.




Publicidade Paga

Anunciaremos esta petição a 3000 pessoas.

Saber mais...