Diga NÃO ao Apagamento da História do GCE-SP

Em 05 de novembro do corrente ano, notamos que publicações referentes aos projetos realizados na Gestão 2018/2020 do Grande Conselho Estadual da Ordem DeMolay do Estado de São Paulo (“GCESP”) foram apagadas de seu perfil oficial no Instagram (@dmsaopaulo).  Lamentamos profundamente o ocorrido, visto a importância destes momentos históricos e a relevância das ações proporcionadas à época.

  Isso porque, é sabido que durante o período citado vivemos a unificação da Ordem DeMolay Paulista, momento ímpar para a nossa história, que foi seguido de uma Pandemia Mundial que nos levou a redesenhar projetos, atividades e eventos, muitos dos quais foram realizados de modo online e possibilitaram a reunião de incontáveis Irmãos, que, somente em virtude dos trabalhos realizados durante a Gestão 2018/2020, tiveram a oportunidade de estar unidos comungando dos mesmos nobres ideais.

  A reescrita ou o apagamento da história é preocupante.  Não se trata de mero aborrecimento. Muito trabalho foi realizado. Momentos históricos foram vividos. Eventos que fazem parte de um retrato único da história do Grande Conselho Estadual da Ordem DeMolay do Estado de São Paulo.

    Somos a soma das nossas memórias. Não podemos permitir que o relevante trabalho realizado seja removido da história do GCESP. Todas as Gestões carregam seu cunho histórico, que dão forma à fraternidade do modo como ela é hoje, bem como trazem o lastro que abrilhantam seus legados.  Contudo, esta consagração só é perceptível no futuro, quando as ações foram feitas e os resultados colhidos.  Até lá, devemos manter vigilância para a coerência do serviço e da história construída a muitas mãos e por todos nós.

     George Orwell, já dizia, em sua famosa obra 1984, que “Quem controla o passado, controla o futuro.  Quem controla o presente, controla o passado” - o contexto no livro representa o Estado totalitário em seu universo distópico, criado no fim da década de 1940.  O que nos cabe, enquanto DeMolays, é a preservação da nossa história e a manutenção dos nossos ensinamentos, para que a eliminação do passado jamais ocorra sem ser notada.

  Desta feita, é justo requeremos a preservação da história e republicação das postagens que foram apagadas. Enquanto tais correções não acontecerem, bem como os atuais responsáveis não cuidarem e manterem ainda brilhante os fatos do nosso passado, avaliamos como lamentável a tentativa de apagar a nossa história e o trabalho de Nobres Irmãos.  Resta-nos, portanto, esperar que venham os “dias melhores” e que sejam construídos com ética e com o respeito e preservação do que foi construído e alicerçado no passado.

Para tanto, solicitamos:

1)         Verificação e apuração por parte da Diretoria Executiva do GCESP com relação ao ocorrido e confirmação se as publicações foram, de fato, excluídas definitivamente das redes sociais do GCESP;

2)         Em caso positivo, retratação pública do Grande Conselho Estadual da Ordem DeMolay do Estado de São Paulo, na figura de seu Grande Mestre Estadual, explicando o ocorrido;

3)         Repostagem das publicações,  anexadas em: https://imgur.com/a/v92gMdU; 4)         Exoneração do cargo do(s) responsável(eis) pela exclusão das postagens;


Caio Cesar de Oliveira, Daniel Gregório Gonsalves, Eduardo Augusto Reichert e Vinicius de Oliveira Silva    Contactar o autor da petição

Assine esta Petição

Ao assinar, eu autorizo Caio Cesar de Oliveira, Daniel Gregório Gonsalves, Eduardo Augusto Reichert e Vinicius de Oliveira Silva a entregar a minha assinatura àqueles que têm poder nesta matéria.


OU

Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua assinatura. Para se assegurar de que recebe os nossos emails, por favor, adicione o info@peticao.online à sua lista de contactos ou à lista de remetentes seguros.

Tenha em atenção que não pode confirmar a sua assinatura respondendo a esta mensagem.




Publicidade Paga

Anunciaremos esta petição a 3000 pessoas.

Saber mais...

Facebook