Fora das Nossas Comunidades UPP!!!

Lista de 37 UPP’s adquirida no Balanço dos Indicadores de Pacificação de 2015 http://arquivos.proderj.rj.gov.br/isp_imagens/Uploads/BalancodeIndicadoresdaPoliciadePacificacao2015.pdf

Acesse o link abaixo e, para ordenar de forma esclarecedora, clique em “Pessoas Mortas Pelas Forças de Segurança”. Feito isto, você verá a realidade brasileira: o Brasil é o país onde a polícia mais mata no mundo. Para se ter alguma noção, somos 200 milhões de habitantes. A China possui 1 bilhão e 400 milhões de habitantes e os agentes da lei chineses mataram 4 pessoas em 2015. A pena de morte cabe ao juiz.
https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_killings_by_law_enforcement_officers_by_country?fbclid=IwAR1zB5-x_SDEoPGtV3IhnEPG69OYRmTeQZ2bCUeXI7C0iQgVOXIn87iWeUs

A polícia é o câncer na sociedade brasileira. A corrupção na política e no meio empresarial é apenas uma metástase do tumor maligno inicial. Este tumor começa a se espalhar desde os altos cargos policiais e, através de indicações, faz com que muitas pessoas erradas fiquem ao redor das pessoas certas nos lugares errados e nas horas erradas, promovendo todo tipo de perversidade. É de desconhecimento total da população de classe-média, que não reside em comunidades, o descontentamento com as ações das UPP’s cariocas que prometiam exterminar conflitos armados que colocam em risco a população residente nestes locais. Este link divulgado acima mostra que não funciona bem assim. Pelo contrário, as UPP’s estimularam os conflitos armados sem discernir onde e quando estes são passíveis de acontecer. Centenas de pessoas inocentes morrem todos os anos vítimas de disparos acidentais ou não, o que fere ainda mais a imagem da atuação do poder público no combate ao crime organizado. Na constituição, consta centenas ou milhares de leis e emendas constitucionais, mas aparentemente a segurança pública só tem um foco: criar conflitos contra o tráfico de drogas, que nada mais é na realidade que uma guerra exercida por meio de chantagens e acordos firmados sem tanta unanimidade e consentimento de ambas as partes, o que provoca incessantes conflitos armados. Há a questão também dos agentes policiais psicopatas e racistas, que conforme sérios problemas psiquiátricos se utilizam de armas empunhadas para exterminar negros e pobres sem o mínimo de pudor. 80% dos mortos pela polícia são negros ou pardos. Vide o link a seguir para verificar o que digo: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2020/02/08/80percent-dos-mortos-por-policiais-no-rj-no-1-semestre-de-2019-eram-negros-e-pardos-aponta-levantamento.ghtml. Há diversas testemunhas que ratificam minha alegação. Eu estou enfrentando de peito aberto aqueles que me odeiam simplesmente por odiar. O Brasil foi o 4º país onde mais ativistas de direitos humanos foram assassinados no ano de 2019 sem contar os familiares mortos por armas biológicas ou vítimas de bioterrorismo que eu sinto na pele desde o ano de 2004. Vide o link: https://www.cartacapital.com.br/sociedade/brasil-foi-o-4o-pais-que-mais-matou-ativistas-de-direitos-humanos-em-2019/. Vide o link quanto às armas biológicas, guerra biológica e bioterrorismo de Estado: https://bityli.com/DVGLA. Em nome da população que reside em comunidades onde há UPP’s estou fazendo a minha parte. Estou criando esta petição pública “Fora UPP” para cada comunidade que conta com uma unidade de UPP, para que a vontade do povo seja acatada pelas autoridades de forma democrática, para diminuir a violência, em nome de todos os moradores de comunidades, mas principalmente aos pais de família e seus filhos, que geram tanta preocupação nas constantes operações policiais que não respeitam horários de pico de pessoas na rua, entrada e saída de escolas, etc. Não tenham medo de assinar e divulguem ao máximo, pois esta é a solução deste grave problema. As passeatas organizadas durante estes anos, não obtém mais que 2 minutos no jornal regional durante todo o período de 24hs. Não são tratadas como prioridade.  Lista de UPP’s que eu consegui obter (pode estar faltando algumas): Adeus e Baiana / Alemão / Andaraí / Arará e Mandela / Babilônia e Chapéu Mangueira / Barreira do Vasco e Tuiuti / Batam / Borel / Camarista Méier / Morro do Ceú / Cerro-Corá / Chatuba / Cidade de Deus / Complexo do Lins / Coroa, Fallet e Fogueteiro / Escondidinho e Prazeres / Fazendinha / Fé e Sereno / Formiga / Jacarezinho / Macacos / Mangueira / Mangueirinha / Manguinhos / Nova Brasília / Parque Proletário / Pavão-Pavãozinho e Cantagalo / Providência / Rocinha / Salgueiro / Santa Marta / São Carlos / São João, Matriz e Quieto / Tabajaras e Cabritos / Turano / Vidigal / Vila Cruzeiro / Vila Kennedy


Bruno Bastos Goulart    Contactar o autor da petição

Assine esta Petição

Ao assinar, eu autorizo Bruno Bastos Goulart a entregar a minha assinatura àqueles que têm poder nesta matéria.


OU




Publicidade Paga

Anunciaremos esta petição a 3000 pessoas.

Saber mais...

Facebook