Envolvendo as pessoas nos Sínodos do Papa Francisco

Aos bispos e outros membros do clero da Igreja Católica:

O Papa Francisco convocou todo o Povo de Deus a participar conjuntamente na caminhada, no discernimento, direção e evangelização para que seja frutífero o Sínodo sobre a Sinodalidade que começará em breve no nível local proximamente. Temos a esperança de ver todas as dioceses mundo afora realizando, cada uma delas, seu próprio sínodo (uma reunião que o bispo faz para se ouvir as vozes de leigas e leigos) entre outubro de 2021 e abril de 2022.

A igreja primitiva era uma comunidade de iguais, regida pelo “novo mandamento” de Cristo de que nos amássemos uns aos outros. A comunidade se reunia em ‘igrejas domésticas’ lideradas tanto por homens quanto por mulheres para celebrar a Eucaristia e manter viva a fé. O atual modelo patriarcal e hierárquico da Igreja, cujo formato é a monarquia, não é a perspectiva que Cristo propunha, afinal somos todos um/a só em Cristo (Gal.3:28). 

Pope_Francis_holding_world_in_his_hand20.jpg

Nós, abaixo assinados, apelamos aos bispos e outros membros do clero da Igreja Católica a envolver integralmente a nós, o povo, no processo sinodal que aproxima convocado pelo Papa Francisco. Começando pelo nível diocesano, queremos que nossas vozes sejam ouvidas e consideradas em todas as discussões que prosseguirão alcançando o nível nacional e, finalmente, o sínodo universal em Roma, em 2023.

Sentimo-nos encorajados pelos comentários do Papa Francisco aos bispos italianos (em 24 de maio) de que o Sínodo deva ter um foco “de baixo para cima” devendo o processo se iniciar nas pequenas paróquias e comunidades locais. Ele pediu paciência para permitir que todos falem livremente, abrindo espaço para “a sabedoria do Povo de Deus.”

Queremos nos reunir em nossa comunidade local para expressar nosso apoio às mudanças que desejamos e necessárias em nossa Igreja. Mesmo que alguns e algumas de nós tenham abandonado a Igreja por frustração ou decepção, reconhecemos que este é o momento para dizer aos senhores, líderes eclesiais, o que fez com que nos afastemos.

Para que o Espírito seja ouvido, cristãs leigas e leigos do Povo de Deus devem ser bem representados nestes sínodos locais. Sentimos que é essencial que se abordem os seguintes temas tanto (1) no questionário a ser lançado em breve, quanto (2) em todas as discussões sinodais em todos os níveis.

  • De que modo a Igreja pode se tornar mais acolhedora, misericordiosa, amorosa e inclusiva               
  • O papel das mulheres no ministério da Igreja
  • Um caminho que traga de volta aos Sacramentos as pessoas divorciadas e em segunda união
  • O lugar da comunidade LGBTQ na Igreja
  • O papel das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) na estrutura oficial da Igreja
  • Cristãs leigas e leigos capacitados para ministrar em paróquias e nas CEBs onde se prevê que não haverá padre disponível
  • Que o celibato dos padres seja opcional
  • Transparência & prestação de contas quanto ao abuso sexual por membros do clero, crimes financeiros e o uso do poder na Igreja.

Além disso, nos comprometemos a enviar uma carta a nossos bispos a fim de garantir que a visão de cristãs leigas e leigos sejam bem representadas.


Reforma da Igreja Católica Internacional    Contactar o autor da petição

Assine esta Petição

Ao assinar, autorizo que Reforma da Igreja Católica Internacional entregue a informação que estou a fornecer neste formulário a quem tem poder nesta questão.


OU

Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua assinatura. Para se assegurar de que recebe os nossos emails, por favor, adicione o info@peticao.online à sua lista de contactos ou à lista de remetentes seguros.

Tenha em atenção que não pode confirmar a sua assinatura respondendo a esta mensagem.




Publicidade Paga

Anunciaremos esta petição a 3000 pessoas.

Saber mais...