Porto Alegre sem racismo e com igualdade

logo-camp.jpg

Manifesto
Porto Alegre sem racismo e com igualdade

                     “Quando a mulher negra se movimenta, toda a estrutura da sociedade se
                       movimenta com ela
”.
                       Ângela Davis, filósofa e feminista negra/EUA.

O Brasil está muito longe de ser uma democracia verdadeira, uma democracia real.

Uma democracia na qual as maiorias sociais, compostas por mulheres, populações negras e juventudes tenham oportunidades iguais de trabalho e vida e, também, a mesma possibilidade de representação política nos governos e nos parlamentos, cujas estruturas são dominadas por minorias sociais.

O poder no Brasil sempre foi controlado pelas minorias sociais – oligarquias brancas, patriarcais, racistas e egoístas.

Acontece assim desde a invasão do território brasileiro pelos portugueses há 520 anos. Depois de invadirem esta terra e espoliarem os povos originários, os invasores europeus escravizaram povos negros sequestrados na África para serem contrabandeados às Américas.

A escravidão, o machismo, o patriarcalismo e o racismo produziram as cicatrizes infames e abjetas que há séculos marcam o nosso país. A dominação secular desta oligarquia legou ao Brasil o saldo vergonhoso de um dos países mais injustos, mais segregacionistas e mais desiguais do mundo.

No Brasil, trabalhadores negros ganham menos que brancos exercendo o mesmo trabalho; são a maioria dos desempregados e os mais pobres; têm menor acesso à Universidade; são mais encarcerados, perfazem 75% das vítimas de homicídios, e são mais assassinados pelas polícias. No Brasil, pessoas negras têm menor expectativa de vida ao nascer e morrem mais cedo que pessoas brancas.

Enquanto não modificarmos esta realidade de racismo estrutural e de exclusão social e política das mulheres, das populações negras e das juventudes em todos os espaços da sociedade, o Brasil continuará sendo um país profundamente injusto e desigual.

A superação do racismo e da desigualdade é critério essencial de uma sociedade humanizada e justa, em que todo ser humano tenha assegurado o direito e a oportunidade de desenvolver suas potencialidades.

Todas as pessoas, brancas e negras, têm sua responsabilidade ética no combate ao racismo e à desigualdade.

Mas, para isso, não basta dizer-se contra o racismo; é preciso romper o ciclo racista perverso que segrega, exclui e naturaliza a desigualdade.

Por isso convidamos todas as pessoas, negras e não-negras – trabalhadores, trabalhadoras, juristas, intelectuais, artistas, funcionários públicos, ativistas e lutadores sociais, humanistas, socialistas, progressistas – a priorizarem conosco o esforço para aumentar a presença da população negra, principalmente das mulheres negras, na Câmara de Vereadores da nossa capital.

Para transformar a realidade e a nossa cidade é preciso iniciar uma marcha pela mudança.

O primeiro passo para isso é eleger Manuela/Rossetto para a Prefeitura e, para a Câmara, a candidatura coletiva da Reginete Bispo, Josiane França, Iyalorixá Nara, Karina Ellias e Thayna Brasil, para fazermos de Porto Alegre uma cidade sem racismo e com igualdade.

Obs.: após assinar, você deve confirmar a assinatura no e-mail que o peticao.online enviará. Muito obrigado.

 

Assinam:

Nilma Lino Gomes, professora UFMG, ex-ministra Igualdade Racial governo Dilma Rousseff

Nei Lisboa, músico e compositor

Eleonora Menicucci, ex-ministra de Políticas para as Mulheres  governo Dilma Rousseff

Eloi Ferreira, ex-ministro Igualdade Racial governo Lula e ex- Pres. Fundação Palmares

Rogerio Sottili, ex-Secretário Especial de Direitos Humanos governo Dilma Rousseff

Fernanda Bairros, professora Saúde Coletiva UFRGS

Miguel da Costa Franco, escritor

Betânia de Moraes Alfonsin, professora universitária, Inst. Brasileiro de Direito Urbanístico

Carlos Henrique Kaipper, procurador do Estado do Rio Grande do Sul

Tiago Flores, músico

Jeferson Miola, funcionário público PMPA, articulista político

Marco Nedeff, fotógrafo

Adriana Maria Neumann, procuradora do Estado do Rio Grande do Sul

Aldo Fornazieri, professor universitário

Alice Carraro Portanova, bacharel em direito

Aline Carraro Portanova, advogada direito social previdenciário

Almeri  Espíndola de Souza, bancária aposentada CEF

Ana Paula Rigatti Scherer, professora Fonoaudiologia UFRGS

Analice de Lima Palombini, professora Psicologia UFRGS

Andréa Fachel Leal, professora Sociologia UFRGS

Bernadete Konzen, educadora e mestre em Sociologia

Betina Becker, intérprete e tradutora

Bianca Santana, escritora, jornalista Prêmio Jabuti em 2016

Candice O. P. Gullo, funcionária pública estadual – TJ/RS

Carlos Colombo, funcionário público TRF4

Célio Golim, militante lgbtqia+

Cidriana Parenza, funcionária pública PMPA

Cíntia Belloc, designer

Clarisse Maria Massa Lokschin, funcionária pública Cachoeirinha

Cláudio Nicotti, advogado

Dário F. Pasche, professor Saúde Coletiva UFRGS

Decio Scaravaglioni , advogado, direto Social–previdenciário

Denise Mantovani, jornalista, professora, cientista política

Edna Paula de Paula, pedagoga

Eduardo Weber, funcionário público aposentado - TRF4

Élida Santos, fisioterapeuta

Enid Diva Marx Backes, socióloga

Eráclito Pereira, Griô Aprendiz, professor Museologia UFRGS

Ernani Fagundes, metroviário

Eva Maria Fayos Garcia, psicóloga clínica

Fabíola Slongo Sviroski Camargo, advogada

Gabriel Lemos Weber, advogado

Geovana Freitas, advogada

Hermógenes Saviani Filho, professor Economia UFRGS

Iagê Zendron Miola, professor universitário

Ilmo Afonso Adams, motorista de aplicativos

Ingrid Schneider, funcionária pública aposentada - TRE/RS

Isabel Freitas, ativista feminista, assistente social

Izabel Belloc, funcionária pública estadual

Jeanine Rocha Woycicki, especialista em Planejamento e Organização de Redes

Jeniffer Ferreira Benencase, arquiteta

José Mário Neves, funcionário público PMPA

José Rivair Macedo, professor História UFRGS

Juliana Borges, feminista interseccional, pesquisadora em antropologia

Liese Weigert, fonoaudióloga

Luciane de Souza Ribeiro, psicóloga

Marcelo Cafrune, professor universitário

Marcio Hoff, técnico em assuntos educacionais UFRGS

Maria da Glória Lopes Kopp, historiadora, doutora em Ciências Sociais

Maria Gabriela Curubeto Godoy, médica, professora Saúde Coletiva UFRGS

Maria Helena Weber, professora Comunicação UFRGS

Marilinda Marques Fernandes, advogada previdenciária

Marilise Mesquita, professora Saúde Coletiva UFRGS

Mário Sérgio Vaz Cabeda, professor aposentado UFRGS

Miguel Angelo Veiga da Costa, educador físico

Naira Lisboa Franzoi, professora faculdade Educação UFRGS

Odalci Pustai, médico, professor Medicina UFRGS

Odete Antonia Bresolin, professora municipal aposentada

Omar Rösler , contabilista

Rafael Guimarães, jornalista e escritor

Ramona Toassi, professora Odontologia UFRGS

Rita Becco, funcionária pública PMPA

Rosa Angela Chieza, professora Economia UFRGS

Rosa Maria Cavalheiro Gusmão, funcionária pública PMPA aposentada

Sidemar Francisco da Silva, engenheiro, TRENSURB

Silvia Giugliani, psicóloga, integrante do Movimento pela Saúde dos Povos/Brasil

Simone Flores Malheiros, dentista

Simone M. Paulon, psicóloga e professora Psicologia UFRGS

Sônia Weidner Maluf, antropóloga, professora e jornalista

Stela Nazareth Meneghel, médica, professora Saúde Coletiva UFRGS

Tatiana Sottili, jornalista e professora de yoga

Thaís de Freitas Meditsch, professora

Thales Zendron Miola, estudante universitário

Valério Pillar, professor Biociências UFRGS

Vania Roseli Correa de Mello, psicologa-sanitarista, professora UERGS

Verônica Gonçalves, professora universitária

Volnei Piccolotto, servidor público e ativista de movimentos sociais

Zeno AS Paim, metroviário

Assine esta Petição

Ao assinar, eu autorizo Jef a entregar a minha assinatura àqueles que têm poder nesta matéria.


OU

Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua assinatura. Para se assegurar de que recebe os nossos emails, por favor, adicione o info@peticao.online à sua lista de contactos ou à lista de remetentes seguros.

Tenha em atenção que não pode confirmar a sua assinatura respondendo a esta mensagem.




Publicidade Paga

Anunciaremos esta petição a 3000 pessoas.

Saber mais...

Facebook