Pela preservação da Quinta do Cedro, Dafundo, Oeiras

Comentários

#1

O Dafundo precisa de mais espaços públicos de qualidade e de menos betão.
Defendo a preservação da Quinta do Cedro, o desafogo verde do Dafundo e a transparência do processo de licenciamento. Gostava que a Câmara nos explicasse a necessidade de descaracterizar o Núcleo Urbano de Formação Histórica do Dafundo, quando há tantos espaços abandonados e por reabilitar na zona.

Nuno Silveira (Oeiras, )

#2

Concordo com a redução do numero de pisos e melhoria das contrapartidas para o publico em geral

Isabel Ribeiro (Alges, )

#6

Não quero que Oeiras seja Odivelas

Maria Alvares (Oeiras, )

#7

Sou Contra

Paulo Morgado (Caxias, )

#10

Vivi muitos anos no Concelho de Oeiras e ainda hoje frequento a zona ribeirinha de Algés com frequência.

Inês Araújo Blanc de Sousa (Lisboa, )

#25

É importante preservar o paisagismo e criar equipamentos que sirvam a população e contribuam para uma melhoria do meio envolvente e não pensar apenas e só no lucro. Essa deve ser a prioridade de uma Câmara Municipal, financiada pelos contribuintes residentes na zona.

Rui Rebelo (Oeiras, )

#26

Assino porque concordo com o que consta desta Petição !
Albina Pereira

Albina Pereira (Oeuras, )

#29

Não concordo com mais este projeto de condomínio com uma cércea superior à dos restantes edifícios na envolvente de um edifício que devia ser classificado.

Maria Cristina Gonçalves (Oeiras, )

#32

A preservação do património histórico e da zona de lazer da Quinta dos Cedros não é compatível com esta volumetria. Mesmo os 5 andares é demasiado para a zona.

José Teixeira (Linda-a-Velha, )

#39

BASTA¡

Maria Antónia Frasquilho (Cruz Quebrada , )

#41

Não compreendo como numa altura destas em que se defende cada vez mais cidades verdes e com menos pressão ambiental, se autoriza isto....

Pedro Gonçalves (Algés , )

#42

Não concordo com as obras planeadas

Marta Gonçalves (Lisboa , )

#45

Concordo com a petição!

Maria Cristina Monteiro Guerreiro (Lisboa, )

#52

Amigo

Theo Abels (Helmond , )

#66

Basta de betão. A qualidade de vida neste concelho está cada vez pior. Só falta construir rio adentro. Um prédio de cada nação, em cima uns dos outros. Que vergonha.

Carla Gomes (Lisboa , )

#68

A construção desenfreada destes gigantescos empreendimentos e a especulação imobiliária invadiram o concelho, constrói-se muitas vezes em zonas de risco, retirando espaços verdes e qualidade de vida aos cidadãos, sobrecarregando as estruturas existentes, sem contribuir sequer para satisfazer as suas necessidades de habitação, já que nem a classe média tem poder económico para estes empreendimentos de luxo!

Manuela Alves (Algés/ Lisboa , )

#74

Por me preocupar com o ambiente em que me movimento.

Manuel Rodrigues (Linda-A-Velha, )

#76

Concordo com a prosta

Jose Monteiro (Alges, )

#80

Vou perder a minha vista para o mar. Quero manter o espaço verde na área.

Dennis Zebregs (Cruz Quebrada , )

#83

O Dafundo precisa de requalificação, nao de descaracterização.

Jose Cunha (Lisboa, )

#84

Defendo o Dafundo

Joao Silveira (Alges, )

#88

Porque a urbanização descontrolada descaracteriza a cidade e o seu patrimônio histórico. Algés e Dafundo, ademais, já são lugares densamente povoados.

Cristiano Couto (Lisboa , )

#89

a degradação ambiental / territorial acelera se com o aumento do indice de construção

maria clara rocha santos (Algés, )

#93

Assino porque sou residente na quinta do Dafundo. Lamento os danos estéticos que um grande edifício causaria à Quinta e a todos os edifícios em redor, incluindo o que eu ocupo, cuja morada se situa na Praceta Bombeiros Voluntarios. Gostaria que o projeto fosse cancelado, mas sofreria uma redução de altura mínima de dois andares, na pior das hipóteses. Eu teria preferido se houvesse um prédio que tivesse apenas dois ou três andares.

Bronislav May (Cruz Quebrada, )

#96

Eu estou a assinar porque sou proprietário nos terraços da barra e deverá respeitada o limite superior sugerido com eliminação do 6 e 7 andares.

Andre Cid (Lisboa, )

#102

E muito importante o espaço de lazer
E importante o estacionamento
E a nova construção não tem a necessidade de ter tantos andares

Sou muito de acordo com a petição

Alexandra Santos (Oeiras , )

#110

Concordo com a petição.

Alexandra de Matos Costa Gonçalves (Dafundo, )

#113

O espaço devia ser preservado

Patricia Rodrigues (Carnaxide, )

#115

Estou a assinar porque acho a petição respeitosa, razoável e muito necessário.

Oscar Abdala (Dafundo-Cruz Quebrada, )

#117

Habito no Dafundo e conheço os problemas de ordenamento urbanístico da área, com clara sobrelotação e falta de aproveitamento do edificado abandonado.

Afonso Pinto (Oeiras , )

#122

Não tolero prepotência, ganancia e compadrio.

José Marques (Forte da Casa, )

#124

Sou absolutamente a favor da preservação de toda a Quinta do Cedro e CONTRA a aprovação de construção de edifício para venda de apartamentos

Lourdes Loureiro (Dafundo , )

#130

Defesa do que resta intacto das quintas e casas apalaçadas da linha, quase todas desvirtuadas e com os logradouros construídos e impermeabilizados.

Rui Alexandre Marques da Cruz e Oppermann (Cascais, )

#147

vivi 20 anos ao lado da Quinta dos Cedros

ana Mendes (LISBOA, )

#152

Eu estou a assinar a petição por concordar plenamente com os atgumentos que nela constam

Ana Paula Guerra (Algés , )

#153

Vivo próximo e para além da falta de estacionamento gostaria de viver numa zona onde os prédios não ultarpassam os 3/4 andares.

José Ramires (Dafundo , )



Publicidade Paga

Anunciaremos esta petição a 3000 pessoas.

Saber mais...